terça-feira, 24 de maio de 2011

Comer sozinho

Ó tarefa hercúlea.

Eu não sei como é que fazem as outras mães. Sei que muitas de vocês começaram a por-lhes uma colher nas mãos muito mais cedo. O que eu sei é que isto é tarefa para me por os cabelos em pé. Nem sei se ria, se chore :)

Ele tem uma pressa desmedida e toda a gente sabe que a pressa não anda de mãos dadas com a perfeição, né? Eu não quero que ele seja perfeito, valha-me Deus, só tem ano e meio. Mas não podia ter um bocadinho mais de calma!? Nos últimos dias, a estratégia tem sido dar-lhe a sopa à boca, mas deixá-lo ter uma colher nas mãos para ir experimentando [obrigada Igraine]. Ele já percebeu para que serve e como se faz e até tem jeito. Mas no meio da coisa, dá-lhe a travadinha e lembra-se de bater com a colher no prato, ou levanta os braços e lá vai sopa pela cozinha/roupa/cadeira/cabelo, etc.

Ai Jesus, eu sei que é assim que se começa, mas eu dou-lhe banho antes do jantar. E dar depois não me agrada nada, uma vez que a maioria dos dias ele não aguenta acordado até lho poder dar. Como é que é? Demora muito a controlarem a colher? Vocês dão banho a seguir ao jantar [logo, logo a seguir]? Contem-me lá as vossas experiências, sim?

Entretanto pedi à minha avó que lhe faça um bibe, para ver se consigo poupar pelo menos a roupa... :P

10 comentários:

Mami ( Sónia ) disse...

Se nunca lhe dás a colher vai demorar muito mais!
Vais ter de ter o deixar "brincar" e de lhe dar banho depois do jantar nem que seja de gato, para ele se habituar, vais ver que começa a controlar rápido!
Beijos

Pirilampo M4gico disse...

Eu comprei um babete (podes ver o post no meu blog que é recente) daqueles de plástico que "guardam a comida no fundo".

Confesso que tive a vida facilitada que ela aprendeu a comer sozinha na escola e em casa foi só andar à luz verde que foi "A T come" e dar-lhe a colher para a mão. Confesso que fico com os cabelos em pé quando vejo a trajectoria da colher, mas normalmente até corre bastante bem.

Se achas que ele ainda não está preparado para este passo, espera mais algum tempo, não precisam de comer todos sozinhos ao mesmo tempo :) A minha só começou a comer sozinha aos 21 meses e foi algo +/- natural.

Ni! disse...

Mami, nunca lhe dei a colher para a mão enquanto não o senti preparado. Não me faz sentido dar uma colher para a mão a um bebé pequeno só para o ver fazer porcarias. Mas agora sim, mostra interesse, e todos os dias tentamos. Fico surpreendida com a rapidez com que aprendem, até nem correu mal hoje, por exemplo.

Pirilampo, não tenho pressa nenhuma, pelo contrário. Como já tive oportunidade de dizer, até o meu instinto e as reacções dele me dizerem que estava na hora, era sempre eu a dar-lhe a comida e nem pensava mais nisso.

Acho que a creche pode ajudar, sim. No nosso caso, não anda na creche, é mais instinto que outra coisa :)

Obrigada às duas :D

T zero disse...

Partilho o teu "osfrimento". O João é um pouco mais velhinho que o teu e só come meia dúzia de colheres de sopa sozinho. Depois peço-lhe a colher e dou o resto, para evitar acidentes.
Nós, para mal dos nossos pecados, comemos na sala. Coloquei sob a cadeira dele um tapete plástico, comprado no IKEA. Não é a solução mais estética do mundo, mas mantem o tapete limpo, o que é muito bom!
Como agora o tempo está quentinho, ele come com uma T-shirt de manga curta e fralda, pelo que a roupa não sofre muito maus-tratos...

T zero disse...

Ah, além da sopa ele já come tudo o resto sozinho - iogurtes e gelatina, por exemplo, como têm mais aderência, facilitam muito a tarefa de usar a colher.
Noto que estes alimentos ajudaram o João a melhorar a precisão com que utilizava a sua colherinha...

Ni! disse...

T-zero, obrigada. Vou experimentar com outras coisas além da sopa. Beijinhos

anasantos79 disse...

O Lourenço ja come sozinho é claro que na creche tambem o ajudaram e depois em casa faziamos a mesma coisa e ate hoje correu tudo bem,nunca foi de brincar com o comer!
Deixa o comer sozinho para que sinta confiança!
bjinhos

Ni! disse...

Obrigada, Ana. Este "serviço público" é fantástico!!!

Tanita disse...

:) há uns bibes em plástico no IKEA que protegem tudo, têm mangas. Qualquer dia sou eu nesta aventuras.
Bj**

Igraine disse...

Nós também temos dias em que as coisas não correm nada bem... Ontem depois do almoço todo o cabelo da M. era uma mistura de carne, arroz e pêssego. Blercha!

Aos poucos e poucos ele chega lá ;) Beijinhos*