terça-feira, 10 de maio de 2011

O que eu mais gosto de o ouvir dizer

"bubuleta culaxôsa" - A Borboleta Corajosa, título do livro preferido do momento

"ó-ó-ó-ó-pai" - quando chama com insistência, repete o ó-ó-ó-ó

"andacátão" - anda cá, então [diz-me isto enquanto estende os braços, quando eu o chamo para a banhoca]

"cágos" - carros, se estiver na bisa G. ou "pôpôs" - popós, se estiver com o avô

"qué mais xixa/peixe/bacalhau/xuta (fruta)"

"o ôto gute, mãe?"

"qué ito?"

"ó mãe, cólachão?" - que horas são? - no sábado, acordou cedo e eu deitei-o comigo a ver se dormia mais um pouco. Aguentou 15 minutos, sentou-se na minha barriga e perguntou "ó mãe, cólachão?", como quem diz "vai mas é buscar o meu leitinho, que já são horas".

"axuuuuda" - ajuda, quando não consegue fazer alguma coisa sozinho

"é pa guadari" - para guardar, alguma coisa que não quer ou que não lhe interessa naquele momento

"xinco-xeis-xete-nôbe-dez-catôze-quinze" - até ao 5, baralha-se. Esquece-se sempre do 8. O 14 e o 15 não faço ideia onde foi buscar.

"pôxa-bida" - poxa, vida! Coisas do avô.

"Sinhô Eduado" - o dono da tasca

"Tantas melindas" - meninas :)

 Não me quero esquecer desta fase, não me quero esquecer destas pequenas pérolas, tenho de anotar mais. E mais vezes!!!

5 comentários:

Loira disse...

Espero que seja o teu filho que seja mais inteligente, senão é sinal que o meu é pouco! :P

Cuca disse...

Ora aqui está um bom dicionário "bebé-português". Vou precisar dele daqui a uns mesinhos :)

Tanita disse...

E já o filamaste? assim terás sempre isso gravado :)

Ni! disse...

:) É lindooo!
Tento filmá-lo imensas vezes, mas o gajo faz-se difícil. Se percebe, nada feito, fica tímido. Filmei-o a cantar os parabéns ao avô, por exemplo, e ao princípio bloqueou. Tenho de arranjar um estratagema melhor, é que isto só visto, mesmo!

Xp disse...

Tenho tantas saudades desse tempo...
Aproveita muito :D
Bj meu...