domingo, 30 de agosto de 2009

E depois da tempestade...

Vem a bonança!?

Cá te espero amanhã... só não sei a quantidade de tempo que vou demorar a matar as saudades...

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Desabafos do M. #1

A minha mãe passou-se, só pode!

Um bebé já não pode passar uma data de horas a dormir, seguidas, sem dar pontapés e cambalhotas que ela fica passada. Então não é que até ligou ao tal de G.O. e o homem andou outra vez a dar-lhe pancadinhas na barriga e a analisar os meus aposentos com aquela máquina maluca??? E dizia umas coisas estranhas, tipo: "ah e tal, placenta muito bem localizada [What!???], o bebé tem muito líquido, está numa posição confortável e por isso não sente tanta necessidade de espernear..."


Ó mãe! Bastava teres perguntado, que isso até eu te explicava... tolinha!


Agora eu:

Shame on me? No way! Antes excesso de zelo, que falta dele! Tenho tido uma gravidez santa e descontraída, mas tive tanto medo que subitamente alguma coisa não estivesse bem, que só ouvir aquele coraçãozinho a bater me conseguiu sossegar. Chorei. De alívio. Lavei a alma!

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Pinóquioooooooooooooooo!

Hoje lembrei-me de partilhar convosco mais uma fantástica produção da ACERT! Este evento em particular teve lugar em Tondela, durante o 19º FESTIVAL DE MÚSICAS DO MUNDO ACERT TONDELA, 14 A 18 JULHO '09.

Se tiverem oportunidade, não percam!

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Prioridades à parte...

Ontem atrevi-me a ir à Loja do Cidadão, ao balcão da Segurança Social para tratar de pedir [finalmente] o abono pré-Natal. Pode pedir-se a partir das 13 semanas. Ora eu, como tenho muito tempo e pachorra para bichas [filas, entenda-se] andei a adiar, a adiar e só ontem é que tive coragem. Por outro lado, lembrei-me: "eh pá, com essa pança alguém há-de dizer-te que passes à frente"... NOT!

É uma coisa impressionante. Desde que engravidei e sobretudo desde que a barriga começou a crescer, noto que as pessoas têm tendência [muitas vezes irritante] a tornar-se subitamente simpáticas. Menos quando estão numa bicha, isso não, quero lá saber da tua pança, eu quero é despachar-me...


Eu não sou daquelas grávidas que chegam a qualquer lado e acham que têm de ser logo atendidas. Já cheguei a ser "ultrapassada" numa caixa de hipermercado por outra grávida, uma dessas parvinhas que devia achar que tinha mais prioridade que eu. Tudo isto sem discutir, até me ri. Se estiver um velhinho [ou alguém com algum tipo de dificuldade] à minha frente, sou incapaz de passar, mesmo que a menina da caixa o sugira.


Mas por amor dos santinhos todos... eu já nem falo na falta de sensibilidade dos camelóides que estavam com os seus cús alapados nas cadeiras, enquanto eu, de pé aguardava pacientemente a minha vez. Mas será que os funcionários têm talas como os burros? Será que tenho de ser eu a chegar-me à frente, armada em carapau de corrida? Sim. Ou é assim ou tás lixada. Lá tive eu de me dirigir ao segurança e perguntar se a Loja do Cidadão tinha algum tipo de política de prioridade para grávidas... foi quanto bastou.


Fui atendida de imediato [apeteceu-me fazer um arzinho insuportável e lançar olhares vitoriosos a todos os merdosos e merdosas presentes, mas abstive-me].


Por isso, tomei uma resolução: a partir de agora vou tirar partido da minha barriga em qualquer circunstância. E pena tenho que já só faltem umas semanas. Se eu soubesse o que sei hoje tinha começado logo a andar com o teste de gravidez na carteira.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Querido M. #3

Querido M.,Já ocupas o T-zero da mãe há precisamente 28 semanas! Começa a preocupar-me o facto de o contrato de arrendamento expirar dentro de aproximadamente 10/12 semanas...

Não te zangues com a mãe, combinado? Vais ter de sair daí, mas nós prometemos que temos uma caminha linda só para ti, à tua espera quando chegares cá fora, sim?

Até lá, vamos fazendo aquela nossa brincadeira preferida, em que tu dás pontapés e cambalhotas e a malta ri-se... e vamos ouvindo a nossa musiquinha, e vamos comendo um ou outro chocolatito [sshhhhhiiiiuuuuuuuu], e vamos contando histórias...

Até lá, a mãe vai-se exibindo na sua forma de rotunda, toda orgulhosa da sua barriga empinada e o pai vai babando mais de dia para dia.

Até lá ficas assim, embutido, alapado na mãe, aí nesse cantinho seguro onde eu te posso proteger do calor, do frio e até das velhas chatas que hão-de querer apertar-te quando tu nasceres... :D

Love U,
Mãe Ni!

O meu nome [não] é 5àSec

Nos últimos 2 meses, tenho lavado, estendido, engomado e arrum... [ops, ia dizer arrumado, mas na verdade a roupa nem tempo tem de passar pelas gavetas], portanto, ficamo-nos pelo engomado pilhas de roupa. Sim, pilhas de roupa, que lá em casa não se faz a coisa por menos. O J. tem mais trabalho no verão e passa [como já devem ter percebido pelos meus maus-humores esporádicos] muuuuuito tempo fora nesta altura. Este ano a coisa tem sido ainda pior [assim, sei lá, talvez porque eu estou pançuda, pesada, carente, com as hormonas aos saltos, o destino lá deve ter achado que o gajo não me fazia cá falta nenhuma...]. Nas últimas semanas sinto-me o verdadeiro rosto da 5àSec. De x em x dias lá vem o gajo passar umas horas em casa e trocar de mala. E quanto a este assunto, minha gente, só consigo dizer uma coisa: PQP a sorte, dass... [pronto, disse duas].

Mas esta minha veia de lavadeira também me trouxe boas sensações: ontem fiz a 1ª máquina de roupa do M.!!! Tudo como manda a lei, com direito a detergente especial e coiso-e-tal! Ele eram fraldas de pano, babetes, toalhões [daqueles todos pimps, com carapuço], 1 mantinha e até um minúsculo roupão, oferta da bisavó G. Aquilo é que a minha varanda ficou bonita, todinha decorada de coisas fofinhas! E até me diverti a engomar... E fiquei entusiasmada. Estes dias faço um intervalito, que os cameloides da meteorologia dizem que vai chover [vão vocês, ó ursos!!!] aqui nas minhas bandas. Mas tou mortinha por ver o estendal cheio de roupinha tamanho mini, lá isso estou!

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Estou rendida...

... à beleza deste vídeo.



Hoje nada me deita abaixo. Um dia feliz a todos(as), especialmente às mamãs!



video

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Ó Setembro... where are U?

Porque nós 3 merecemos mais e melhor, eu sou forte... eu aguento, eu sobrevivo, eu dou a volta a este humor de cão, prometo!!!


Chega depressa, Setembro, sim!?

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Só me apetece balir...

... zurrar, ganir, relinchar, latir, grunhir, uivar, rugir, grasnar...




You know who you are...

Ele há merd@s que me fazem comichão...

... e uma delas é a prepotência de certos condutores.
Ora analisem a seguinte situação [eu gostava de ser muito boa a fazer croquis, mas não sou...]:


Sou só eu a achar que isto só pode dar merda? Ou vocês também concordam? E uma gaja faz o quê perante um cromo destes?
1) Deixa-se ir e bate com a fuça na traseita do cromo?
2) Trava e fica à espera que a traseira do cromo lhe venha à fuça?
3) Amanda-se para a faixa da esquerda (evita a traseira do cromo, mas dá de fuça com fuça com o trânsito em sentido contrário, que ia descansadinho almoçar)?
4) Cola a mão na porcaria da buzina e começa a rezar para que o seu pequeno bólide consiga encolher-se e arranjar espaço para passar entre a traseira do cromo e a fuça do trânsito em sentido contrário?
E não é que o merdonço ainda buzina de volta??? Cheio de razão, o camelóide! PQP o gajo.

Um cheirinho das férias

Conforme prometido, aqui fica um cheirinho das nossas hiper-mini-férias.
Local: Portimão
Tempo de gestação: 26 semanas
Protagonistas: Pai [o fotógrafo de serviço], Mãe [a cobaia da Pentax nova] e Baby M. [o elemento embutido da família]

Charan!


terça-feira, 18 de agosto de 2009

Eu sabia que isto não ia correr bem...


Ó pá! Ó caneco! Ó xiça, man! Que é que eu faço a esta soneira toda???? Como explicar ao meu corpo [já de si altamente transformado] que a malta já não está de férias? Hum!? Sugestões!? Não?! Pois, eu também não tenho.


O certo é que este é o meu 2º dia de trabalho, após uma ausência de duas semanas, e isto não vai bem. Nada bem. O corpo ainda está no outro fuso horário. E pior... desconfio que lá quer ficar. O sono que me perseguiu no primeiro trimestre está de volta. E perguntam-me vocês: "Então mas isso não é bom!?!??!" É, é, até é óptimo, mas é quando eu me posso encostar e desfrutar da maravilha que é este sono tranquilo de grávida, tipo pumba-já-está-não-me-acordem-que-isto-sabe-que-nem-ginjas!


Agora... estar no local de trabalho completamente zombie, com ar de quem vai cair para o lado a qualquer momento, não está com nada. O que me vale é que as constantes idas ao WC não me deixam adormecer. Por outro lado, passo as noites a mexer-me de um lado para o outro, à procura de posição mais confortável [e cadê ela, cadê!?!?]... Resultado, acordo com carinha de morcega, com tanto sono como aquele que tinha quando me deitei... Irra!

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

I Want it!


Quero, quero, quero, quero!!!!

domingo, 16 de agosto de 2009

E as férias chegam ao fim...

... para já!


É verdade, gente. Já se passaram duas semanas desde a última vez que pus os penantes no escritório. Amanhã vou estar de regresso à labuta... blhec! E ainda sem as prometidas fotos, que continuam no MAC do J., que por sua vez não tem parado em casa... :(


Não foram [de maneira nenhuma] as férias da minha vida. Fiz pouco daquilo que me tinha proposto fazer, duas manhãs de praia apenas, passei muito tempo sozinha, passei-me com o calor [já são uns quilitos a mais para carregar], zanguei-me, fiquei triste, mas também tive momentos bons e divertidos. Um deles, no encerramento das férias, foi passado na Concentração Motard de Góis, no passado sábado. Ora espreitem o cartaz! Não sou aficcionada das motos, fui lá parar por outros motivos e passei um bom bocado entre amigos, não foi Sininho?


Destaco a actuação de "Quem é o Bob?" e principalmente de "Blasted Mechanism", que muito me surpreenderam e pela positiva. Um espectáculo de luz e som muito bem "esgalhado", à mistura com uma performance irrepreensível. Nunca tinha visto ao vivo, mas valeu a pena fazer uns quilometrozitos valentes para ter lá estado, mesmo no meu estado!!! O M. também gostou :)


E pronto! A partir de amanhã regresso à rotina. No final de Setembro vou ter a minha última semana de férias antes do M. nascer [e esta sim, com direito a marido!!!]. Confesso que estou ansiosamente à espera destes dias de descanso...

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Keep falling...

E podes continuar a descer lá para Março de 2010, na próxima actualização, sim?

domingo, 9 de agosto de 2009

Não estou de greve...

... apenas a gozar de uns merecidos dias de férias...

Voltarei com fotos e actualizações! Tá prometido!

PS-O M. hoje assentou arraiais em cima da minha bexiga. Resultado? Xixi ao ritmo de 2 vezes por hora...

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Controlo da glicémia

Coisa feia a glicémia...

Encontrei aqui informações úteis que me deram uma ajudinha na ausência do meu GO, que está de férias.

Todas as grávidas, entre a 24ª e a 28ª semana, devem ser rastreadas para a diabetes gestacional, pois esta é mais típica nos últimos trimestres da gravidez [check]. O teste de rastreio consiste na ingestão de um soluto de 50 gramas de glicose em 200 ml de água, a qualquer hora do dia. Uma hora depois, colhe-se sangue venoso para determinação da glicemia plasmática. Se o valor for = 140 mg/dl (7,8 mmol/l) o rastreio é positivo [que foi o meu caso, com um resultado de 150 md/dl] sendo necessário submeter a grávida a uma prova diagnóstica confirmatória ou não, denominada PTGO (prova de tolerância à glicose oral) [check and blhec].

A PTGO consiste na ingestão oral de 100 gramas de glicose em 400 ml de água. [...]. As determinações glicémicas deverão ser efectuadas em jejum, 1, 2 e 3 horas após a ingestão do soluto com glicose. Os critérios aceites para a interpretação da prova são os de Carpenter e Coustan (jejum: 95 - moi: 71; 1 hora: 180 - moi: 177; 2 horas: 155 - moi: 137 e 3 horas: 140 - moi: 132 mg/dl). A prova é considerada positiva quando, pelo menos, 2 destes valores são atingidos ou ultrapassados [logo, a minha é considerada negativa, oh yeah!!!].
Quando a PTGO for positiva a grávida deve ser enviada a uma consulta hospitalar de alto risco, num Hospital com Apoio Perinatal. Se a PTGO for negativa apesar de um rastreio positivo, a prova de tolerância deve ser repetida 4 a 6 semanas depois. [Oh, no! Not agaaaaain]



E é assim, gente! Vou mais descansada passar uns dias... away! Afinal não sou assim tão gulosa como dizem as más línguas :P

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Balanço das férias


Avisam-se os estimados leitores que este post não tem interesse absolutamente nenhum.


Dia 1


Home alone - Dormir até às 10 [nada mau] - Centro de saúde [45 minutos de bicha para levantar uma merd@ de um papel] - Marcar análises [by the way, a análise de tolerância à glicose sucks] - Almoço na mãe [valha-nos isso] - hipermercado [merd@ para a emigrantada, dass] - casa - lavar roupa, estender roupa, passar a ferro - preparar a janta [nunca, mas nunca comprem sopa de espargos daquela que já vem pronta, que me vi fodid@ para tirar o cheiro enjoativo da casa toda] - curtir o maridinho que já não via há uma série de dias - jantar [e deitar a sopa ao lixo] - curtir o maridinho mais um bocadinho [o M. fica sempre mais agitado quando o pai está em casa, vá lá perceber-se porquê] - banho - dormir, acordar, dormir, acordar, dores nas pernas [acho que os meus ossos estão a dar de si], dormir, acordar, dormir, despertador......


Dia 2


"Beijo maridinho, boa viagem e até amanhã" - Home alone - get out of bed - laboratório - pica 1 - enfarda 100g de glicose e não digas que vais daqui ...1 hora depois, pica 2 ...1 hora depois, pica 3 blablabla [passei lá tanto tempo que fiz amizade com as moças do laboratório] ...1 hora depois, pica 4 - COMIDA [finally] - almoço na mãe [abençoada, esta minha mãe] - casa - mails e posts - repetição do dia anterior no que diz respeito à roupa [muita roupa se suja nesta casa e ainda não lavei nada do baby, como tinha programado] - jantar na mãe [beijo, beijo] - caminhada - casa - toda rota - telefonar à Sininho - blablabla - mails e posts...


E agora tou com sono e vou adormecer na sala, como sempre... :D


E pronto, minha gente, foi isto. Quinta-feira, se tudo correr bem, rumo a outras paragens, talvez consiga fazer uma prainha. Até lá............................................................ chuack!

Arrête toi... upa lala


Eu juro que não sou má pessoa. Tenho-me em boa conta até, assim uma gaja a atirar para o tolerante [até me chegar a mostarda ao nariz, pelo menos]. Palavra... sou tolerante sobretudo em relação às diferenças. Também não tenho a mania de generalizar, aliás detesto frases feitas do tipo "os homens são todos iguais". Mas há assuntos, bem... há assuntos que me fazem perder totalmente a compostura.


Então não é que eles andem aí? Hum? A emigrantada [sim, isto é pejorativo e desculpem-me lá as almas que, sendo emigrantes, não se incluem no estereótipo] está de volta, again. Arre que isto é uma praga que acontece todos os anos e mesmo assim, não me conformo.


Mas quem é que lhes disse que é fino andar de chanatas e calçãozinho e camisolinha de alças assim para o transpirado e boné e óculos de sol marados no meio da rua [e alto lá que eu não estou na praia] a palrar alto. Sim, a palrar, não me enganei. É que aquilo que eles palram nem é boi nem é vaca, é uma espécie de mescla de dialectos. Sobretudo os franciús. A maioria [ó pra mim a NÃO generalizar] nem o português alguma vez soube falar, então quando se aventura a misturar-lhe algo parecido com um primata a falar francês, ui... Arrête toi, upa lala!


E conduzir? Pra quê, ó pá! Se vocês não conduzem lá no estrangeiro e nem sequer carro têm, porque é que insistem em infernizar-nos a vida com as vossas manobras distorcidas que mais ninguém entende!? Hã?!?!? Porquê, caraças!?


E para é que vão ao hipermercado [ou pelo menos porque é que vão à mesma hora que eu]!?!?!? Dass... É que não se aguenta circular num espaço que normalmente até é grande, sempre ao encontrão aos milhentos carrinhos deixados no meio do caminho por labregos que entretanto foram ver se havia pommes-de-terre à beira dos legumes ou se é como lá acima en France, junto aos congelados. Put@ que pariu a sorte!


Ah e ó gente, ensinem lá as vossas ninhadas que Portugal é um país que devem respeitar e isso inclui respeitar as pessoas que cá vivem e não comportarem-se como gado à solta, sim? Ou então [melhor ainda], deixem-nos lá ficar, esqueçam-se deles à la maison e poupem-nos às modas deprimentes e invariavelmente atrasadas.


Obrigadinha, sim!?

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Interrupção na postagem...

Ora se me dão licença, vou ali curtir o maridinho [sim, até dizer chega e antes que ele se ponha a milhas, again]. Mas depois volto, sim!?

Ah, e preparar-me para passar 3 horas [sim, são mesmo três] num laboratório a tirar sangue de hora a hora, num total de 4 vezes [sim, são mesmo quatro], em jejum o tempo todo... Irra!

domingo, 2 de agosto de 2009

Fomos às compras

Aqui!

E trouxémos imensa coisa, muito em conta. Tudo muito clean, nada pretencioso. Uns miminhos para o M., com a colaboração da minha mãe e da minha avó!

Basicamente veio a colecção toda de menino: Edredon, muda fraldas, toalha, babete, manta polar...

Ah pois é! O pai vai ganhar tostão e nós ficamos aqui a torrá-lo...

Aos poucos vamos tendo o essencial para receber o piolhito. Tenho procurado não cair em exageros e acho que estou a ser bem sucedida, mas confesso que estou a adorar. Cada pequena coisinha que compro para o meu bebé enche-me o peito. E é difícil resistir às vezes... cada vez há coisas mais giras e eu já a imaginá-lo nas suas jardineiras de bombazine ou com umas calças cheias de bolsos [qual papá em ponto pequeno...].

P.S.: Adoro-vos, aos dois. Não se nota nada pois não!?? :D