segunda-feira, 2 de maio de 2011

Apelo ao bom senso em cada um de nós

Mesmo que este pedido só chegue a uma alma que seja, já valeu a pena.





Por favor, não ofereçam comida a crianças.




Toda a gente sabe que não é por mal, que é só por simpatia / cortesia, mas é uma irresponsabilidade. Nunca sabemos se a criança em causa poderá ter alguma restrição. Passa-se com o meu filho, é alérgico ao gluten e à clara de ovo. Estou farta de contar a mesma novela a pessoas que não têm nada a ver com a minha vida, só para justificar o porquê de não deixar o menino comer aquela bolachinha que lhe ofereceram...


É chato para mim, é [muito] perigoso para o meu filho, é desagradável para ambas as partes e podia ser evitado com um pouco de bom senso, apenas.



Mesmo antes do meu filho nascer, nunca ofereci uma migalha que fosse a uma criança sem pedir autorização ao pai/mãe [de preferência sem que a criança se aperceba]. E é assim que deve ser. Façam o mesmo, por favor.



E se puderem, ajudem-me a divulgar este apelo. Agradecida.

8 comentários:

Tânia (Mamã do Santiago) disse...

É um dever fazer isso ;)

Manuela disse...

Ni, nunca tinha visto as coisas, pelo teu prisma. Obrigada por avisares :)

Mami ( Sónia ) disse...

nunca ofereci nada às crianças sem perguntar à mãe se o posso fazer, já por causa disso mesmo. A gente nunca sabe.
E também não gosto de que ofereçam nada à Sofia sei lá se posso confiar nas pessoas que não conheço!

Ni! disse...

Meninas, obrigada. Ao reler o post, se calhar está um bocadinho agressivo, desculpem. Mas às vezes não é fácil. Ainda bem que entendem.
Bem haja a todas.

Tanita disse...

Concordo plenamente contigo, vou aproveitar o teu texto para fazer passar a mensagem.
Bj**

Ni! disse...

Obrigada, Tanita.

vidasdanossavida disse...

Eu também faço o mesmo. Sempre. E hoje em dia há cada vez mais miúdos com alergias. Todo o cuidado é pouco. Além disso, os pais podem não querer que ele coma entre refeições.

http://vidasdanossavida.blogspot.com/

Ni! disse...

vidasnossasvidas,
Bem-vinda! Sim, tens razão. No nosso caso, existe um perigo associado a uma intolerância alimentar que às vezes eu própria tenho dificuldade em identificar (nos alimentos processados). Mas mesmo que não houvesse, acho um abuso oferecer comida a uma criança "alheia" em qualquer circunstância.
Obrigada pela visita.