quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Think positive #4

As taxas moderadoras subiram, mas eu tenho um médico de família que vale a pena. Ontem estive quase 2h no consultório, que ele teve o cuidado de marcar a minha consulta para o fim, para podermos estar à vontade, sem que houvessem outros utentes à espera. Gosto muito dele. Pago de bom grado os 5€ que me cobraram ontem em vez dos 2€ e picos do ano passado.

7 comentários:

Tânia (Mamã do Santiago) disse...

Acabas-te de me lembrar que tenho de marcar a minha rotina que vai com um atraso de 2 anos

Naná disse...

Eu digo exactamente o mesmo! A minha médica de família espanhola é uma querida e nunca fui mal atendida no centro de saúde onde vou!
Tive foi que mudar de pediatra... pagava 5€ numa clínica com acordo da "firma" do marido, mas era mal atendida pela médica. Preferi pagar 70€ e ver o meu filho ser visto de uma ponta à outra durante cerca de uma hora!

Ni! disse...

O M. também ainda vai ao pediatra. Se bem que já ponderei segui-lo apenas no Centro de saúde e só ainda não o fiz porque ele tem os problemas das alergias e o pediatra dele é muito disponível, mesmo fora de horas, o que nos dá algum conforto.

A side of me disse...

O problema disto é quando não tens médico de família atribuído, tens que esperar umas 3 horas para ser atendida e depois de entrares no consultório estás lá dentro nem 5 minutos porque atrás de ti estão mais 20 pessoas que precisam de ser atendidas.
Eu não me importo de pagar o valor que seja, desde que valha a pena.

Maria disse...

Pois eu nunca soube o que é ter um médico de familia!! E o meu filho vai pelo mesmo caminho: não sei bem porquê, mas nunca nos foi atribuído um...calhava-me sempre ir para aquelas consultas para quem não tem médico de familia. Há muito que deixei de acreditar no SNS (no "sistema" e não nos médicos). Prefiro paga um seguro (é o equivalente a duas jantaradas por mês) e ir ao privado...sad but true!

Conquistando a Organização disse...

Realmente assim vale a pena!

Tanita disse...

Que sorte a tua, a minha nem me olha para a cara. Se esbarrar comigo na rua, passados 10 minutos, aposto que nem se lembra de mim.