sexta-feira, 23 de março de 2012

Há muitas coisas que me tiram do sério

Desde logo, odeio que me mintam [tal como odeio mentir, mesmo aquelas mentirinhas da treta ficam-me sempre a pesar na consciência].

Mas há uma coisa que me lixa mais do que mentirem-me. É mentirem-me descaradamente. Estão a ver, quando vocês sabem que determinada coisa é/aconteceu de uma maneira e a outra pessoa mente com os dentinhos todos, porque ainda não se apercebeu que foi apanhada? Odeio.

Mas há pior. A pessoa apercebe-se que foi apanhada e continua a mentir para se justificar. Ou então insiste na mentira, insiste até à exaustão e depois, perante as evidências, acaba por admitir.

Odeio pessoas mentirosas. Odeio, odeio, odeio.

Pior que pessoas mentirosas, só pessoas mentirosas que ainda se armam em vítimas. PQP.

3 comentários:

A side of me disse...

Acabam por acreditar na própria mentira!
É tão triste...

Naná disse...

Armam-se em vítimas e tu ainda passas por má da fita!
Odeio-as solenemente...

Sara disse...

haja alguém que me compreenda! poderia ter escrito este post (e tenho quase a certeza de que já escrevi algo parecido).
farto-me de dizer ao Mário que o pior que ele me pode fazer é mentira e, quando por vezes o faz e por mais pequena que seja a mentira, dói.
assim como tb odeio mentir. sempre odiei! como dizes, mesmo as mentirinhas mais pequenas me ficam atravessadas. e consequência disso, tenho a certeza de que sou uma péssima mentirosa.

e esse tipo de pessoas que referiste... como me dão raiva!