terça-feira, 26 de abril de 2011

Frases aos 17 meses

"Água, anda cá ôta bez"- a chamar o repuxo de água de uma fonte

"Pai, anda cá! Fáxabôre" - a chamar o pai

"Avô! Ó pópôs. Depéssa" - a chamar o meu pai para a janela, para irem ver os carros passar

"Quero uma banana" - dispensa explicações

"Ó mãe, dá uma molachinha" - a pedir bolachas

"Ôto, mamã! Ôto gute" - ainda o 1º vai a meio, já está preocupado com o 2º

"Olha! Ôta luz" - sempre que alguém acende uma luz

"Ó mamã, apanha. A chupetinha" - quando está deitado e não quer dormir, atira a chupeta para o chão e chama-me

"Ó vó, a bola. Tá (a)li." - quando não chega à bola, a desgraçada da avó é que tem de andar de rabo para o ar

"Já chega. Não qué mais" - quando não quer mais leite/sopa/fruta/por cremes/etc..

2 comentários:

Tanita disse...

Adoro a última frase.
Tão pequeninos e já sabem bem o que não querem :)
Bj**

Pirilampo M4gico disse...

As crianças são todas diferentes, realmente. A minha tem 21 meses e só agora começou a dizer algumas palavras e quiça 1 ou 2 frases, mas nada destes relatos!!!

Parabéns :) Esta fase é maravilhosa!